Frequência escolar do Bolsa Família é recorde em anos

O Bolsa família é um dos programas sociais brasileiros que mais beneficia os cidadãos que apresentam uma baixa renda familiar, sendo que para poder dispor do auxílio que é oferecido pelo Bolsa família é preciso que as famílias cumpram com certos requisitos.

Dentre esses requisitos o atendimento da frequência escolar estabelecida pelo programa é crucial para a continuidade no recebimento do auxílio que é por ele entregue.

Devido a insistência do programa em manter a cobrança de um certo nível de atendimento escolar para os adolescentes e crianças que integram as famílias beneficiadas do programa, o Bolsa família tem conseguido aumentar o nível de atendimento escolar por parte desse grupo da população brasileira.

De acordo com registros obtidos nesse presente ano, foi notado que o índice de crianças e adolescentes participantes do Bolsa família que atendem a uma instituição de ensino atingiu um recorde para o primeiro bimestre.

Os índices mostram que 12,4 milhões dos beneficiários do bolsa família atendem a uma instituição de ensino, o que representa 90% do número total de beneficiários do programa.

Esse aumento surpreendente no nível de atendimento escolar por parte dos membros das famílias integrantes no bolsa família, é uma consequência direta do compromisso que é assumido pelas famílias assim que ingressam no bolsa família. Esse compromisso impõe o atendimento de no mínimo 85% para as crianças e jovens com idade entre 6 a 15 anos, e no mínimo 75% para os jovens com idade entre 16 e 17 anos.

Valendo salientar que não é somente no atendimento escolar por parte dos estudantes que as imposições do Bolsa família tem gerado resultados positivos, ocorrendo que devido a essas medidas, também tem havido melhoria na performance escolar dos alunos e na redução do número de pessoas que abandonam a escola.

Segundo palavras do Secretário nacional de Renda e Cidadania, Tiago Falcão, os ótimos resultados que vem sendo conseguidos são demonstrativos claros do acerto de combinar um programa de transferência de renda com a condicionalidade de educação e saúde.

Os resultados a nível educacional alcançados pelo Bolsa família são bastante satisfatórios para o programa e aos cidadãos brasileiros, já que eles também servem de demonstrativo de desenvolvimento/melhoria da situação das famílias brasileiras mais carenciadas.

Para quem é o Bolsa família

Por pretender ajudar as famílias em situação de pobreza a prover o seu próprio sustento, o Bolsa família é um programa social que atende famílias de baixa renda mensal.

O programa atende tanto famílias em situação de pobreza (que apresentam renda familiar de R$ 85,01 e R$ 107) ou extrema pobreza (que apresentam uma renda mensal de até R$ 85).

As famílias que cumprem com os requisitos apresentados acima e as condicionalidade de educação, e saúde recebem mensalmente um valor entregue pelo bolsa família.

Lembrando que o valor entregue como auxilio varia de acordo com a família em questão. Essa quantia dependerá principalmente da renda e o tipo de membros que cada agregado familiar em particular apresenta.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply