Como fugir dos golpes do WhatsApp do Bolsa Família

As tecnologias têm servido de ferramenta para a aplicação de diversos golpes que prejudicam diversos cidadãos brasileiros. Sendo que dentre as façanhas executadas, os golpes do WhatsApp do Bolsa família são os que mais preocupam por lesarem os cidadãos mais desprovidos do país.

Desta vez, esse gênero de golpe atacou com mais intensidade ao vitimar mais de 600 mil pessoas em menos de 24 horas.

O sucesso do golpe deve-se principalmente ao caráter persuasivo que ele tinha, já que ele prometia uma quantia considerável em dinheiro para quem cumprisse com todas as suas instruções.

O número de pessoas afetadas pelo golpe foi estimado de acordo com a quantidade de pessoas que usam o App de segurança DFNDR Security e que observaram dificuldades ao tentar aceder esse aplicativo, o que sugere que o ataque afetou diversos beneficiários do Bolsa família.

Como funcionam os Golpes

Para realizar a façanha, os criminosos da vez usaram o mesmo mecanismo adotado nos golpes que usam o WhatsApp como meio de ataque. Primeiro a quadrilha fazia o envio de uma mensagem no WhatsApp da vítima prometendo uma quantia de R$ 954 para quem seguir as instruções até o final.

A mensagem pede explicitamente que a vítima responda 3 perguntas num link externo do mensageiro, que são: “Você possui o cartão bolsa família?”, “Você recebe todo mês?”, e “Você conhece amigos ou parentes que recebe?”.

Depois de digitar as respostas para todas as 3 questões apresentadas, a página exibe uma mensagem pedido que a vítima compartilhe a mensagem com 10 dos seus amigos.

Tendo finalizado esse processo, os golpistas pediam que o cidadão fizesse o download de um aplicativo. Segundo observações feitas pelo PSafe, este aplicativo era usado pelos criminosos para contaminar o smartphone da vítima com um vírus capaz de extrair informações relacionadas a sua conta bancaria ou cartão de crédito.

Como se prevenir dos golpes do WhatsApp do Bolsa Família

Para não correr o risco de perder o seu benefício do Bolsa Família, vale a pena conhecer as formas possíveis de se prevenir dos golpes perpetuados por meio do WhatsApp aos beneficiários do Bolsa família.

Evite os golpes começando por verificar muito bem todas as mensagens que são enviadas para o seu número de telefone. Preste especial atenção as mensagens que exigem alguma ação que envolva o informe de dados pessoais ou download de alguma aplicação.

Também se atente ao próprio conteúdo que é apresentado na mensagem, pois grande parte dos golpistas não atendem a todas as regras gramaticais, acabando por cometer alguns erros na escrita das mensagens, o que é uma evidência bem nítida de que se trata de um golpe.

Aspetos dos próprios endereços e números de telefone também devem ser considerados, pois normalmente as instituições governamentais e privadas formalizadas, não utilizam contatos que são utilizados para fins pessoais, como endereços eletrônicos com extensão Gmail ou Outlook por exemplo.

Uma das formas de como fugir dos golpes do WhatsApp do Bolsa família, é usando um antivírus que ofereça a função de bloqueio anti-phising, pois essa funcionalidade ajuda a prevenir o seu aparelho de ser infectado por vírus de espionagem e outros tipos.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply